Blog de jagasw


30/04/2010


acredito q todo esse embrolio pode servir para uma coisa boa, existem pessoas bem intencionadas
em todas as missoes mas é preciso q as pessoas não se omitam e lutem pelo q acreditam, a
consciencia de krshna é algo muito valioso e puro, e não é algo barato, por isso é dever de quem
tem amor por essa filosofia não deixar que a subversão de Kali yuga penetre e corrompa os tratos
devocionais, isso é o minimo q podemos exigir de qem se propõe a lidar com bens obtidos com a fé 
e destinos espirituais.
  
ESSE FOI O EMAIL INICIAL QUE MANDEI PARA ALGUNS DEVOTOS,
Q SE MULTIPLICOU ATE CHEGAR A LIDERES
Em 22/04/2010 20:17, *jagasw < Saiba mais') }" rel="nofollow" href="javascr
ipt:void(0);">jagasw@bol.com. br >* escreveu:

*Srila prabhupada tem um patrimonio de 500.000,00 que esta sendo roubado***

Caros vaishnavas, humildes pranams

O motivo ao qual me reporto a vocês é colocar a publico a seguinte
situação, existe um terreno de 5.000 mil metros comprado na cidade de embu
das artes no ano de 1991, com o objetivo de erguer um templo védico no
local, como vemos na india e em outros paises do mundo. Nesses 19 anos,
após diversas administrações a propriedade já teria sido vendida, se os
documentos estivessem em ordem e certamente todos os esforços para
consegui-lo teriam sido diluidos. Nesses anos foram pagos apenas 7 anos de
IPTU. Ficando a propriedade abandonada pois nenhuma dessas administrações
teve in teresse em levar adiante o projeto.

O que ocorre agora após 19 anos, um advogado da região, vendo um terreno de
tal porte que atualmente vale 100,00reais o Metro, colocou 2 peões para
cercar o terreno e ficarem acampados no local. O imovel tem como doc. um
contrato de compra e venda em nome de Ronaldo cury Franco(então mah.
Rasananda) q era o lider da epoca que ao que se sabe deixou uma procuração
em nome de prabhu Adwaya que é advogado e encarregado dessa parte
legal. Assim
que constatamos a invasão, imediatamente tentamos mobilizar a administração
do templo de sp em busca de apoio legal para imediatamente neutralizar a
ação dos invasores porém estranhamente os mesmos se alegaram impedidos de
agir e que o poder de decisão estava fora de sua alçada e me indicaram
procurar o Prabhu Adwaya que tem os documentos e procuração. Já Adwaya
prabhu diz que não faria nada se não fosse autorizado por Paramahansa
prabhu
que teria sido a pessoa que lhe entregou os documentos e que para resolver
todos os problemas juridicos do caso queria receber os honorarios
advocaticios, no valor de 4.000,00reais . Procurando o prabhu paramahansa
este colocou que a divergencia entre eles (Prabhu adwaya e paramahansa) com
a nova administração seria a existencia de um fundo destinado a compra de
um novo imovel o qual eles queriam que fosse usado para pagar os honorarios
de Adwaya prabhu o que seria objetado pela atua l administração. Dessa forma
ele diz que não tinha mais nada a ver com este assunto que não fazia mais
parte da administração e que tudo teria de ser resolvido pelos novos
responsaveis e inclusive não iria mais nos atender.

Nesse jogo de empurra o unico que esta levando vantagem é um espertalhão que
tendo se apercebido da falta de união dos devotos já esta terminando de
fazer a cerca e se apropiando de uma propiedade que foi comprada para o
beneficio de Srila Prabhupada e dos devotos.

Essa propiedade foi conseguida por meio de muito esforço dos devotos e de
minha parte que iniciei o projeto e durante 6 meses criei varios programas
para arrecadação de fundos, levando devotos externos aos fins de semana e
num momento todos os devotos se empenharam fazendo uma maratona na qual eu
mesmo ficava nas ruas das oito da manhã a meia noite diariamente, coletando
uma media diaria de 300 dolares diarios.

MInha intenção, de levar isso tudo a publico é participar a toda a
comunidade vaishnava que possa intervir junto as partes em questão para uma
solução urgente de forma a neutralizar a ação de tais invasores apelando a
esses devotos que tem a solução nas mãos e que estranhamente se omitem de
faze-lo, já que se propuseram a aceitar a responsabilidade de representar a
comunidade dos devotos coloquem os seus desejos pessoais em segundo plano.
Quanto maior seja o numero de cobrança de uma solução maior sera a
responsabilidade dessas pessoas que verão que as coisas não estarão
acontecendo de forma oculta estando a comunidade de devotos ao par de toda a
situação. Assim, quem puder se comunicar com esses devotos pedindo
esclarecimentos a esse respeito e requisitando uma solução pratica e urgente
ajudara a impelir os mesmos a não negligenciarem a responsabilidade assumida
diante da comunidade vaishnava.

Segue então os nomes e contatos dos devotos citados nesta : prabhu Adwaya
fone: 11-6444-4440* *; paramahansa: 11-2062-3189,
Saiba mais') }" rel="nofollow" href="javascript:void(0);">http://www.orkut
. com.br/Main# Profile?uid= 5044951484545048 843email:
Saiba mais') }" rel="nofollow" href="javascript:void(0);">paramahams2@
mail.com ;Prabhu dasananda: 11- 3105-6059* *tirthatma:
11-8118-3683
Para maiores esclarecimentos e contatos deixo tambem meu fones
11-3862-1432* * e 11-8519-5745* * email Saiba mais') }" rel="
ofollow" href="javascript:void(0);">jagasw@bol.com. br. Sem mais
desejando ajudar no progresso da conciencia de Krshna e do movimento de
Srila Prabhupada, agradeço a atenção dispensada e me coloco a disposição.

de um aspirante caido

jagannath swami das


De:Rama Kumara Das
Para:

yamuna@digizap.com.br,yamunacarya2@yahoo.

com.br,gd@pandavas.org.br,mathuranatha@

terra.com.br,mathuranatha@yahoo.com.br,

Mayapur Candra das,giovanni@petrobras.com.br

,Lilananda (das) ACBSP (Alachua, FL - US),jaygokulada


Data:23/04/2010 00:39
Assunto:Fwd: Re: Haribol! protestem contra esta negligencia
Reverencias devotos
Todas as glorias a Srila Prabhupada

Recebi este importante e-mail onde o problema precisa ser tratado, encaminho para voces que são autoridades na esperança que isso seja resolvido, pois ajudei tambem a comprar este terreno com muito suor e tambem me sinto na obrigação de ajudar.

Estou a disposição.

Do servo Rama Kumara das
De:Lilananda dasa
Para:rama.rkm@gmail.com
Cópia:jagasw@bol.com.br,'Chandramukha Swami','Iswara Eneas Guerriero',lokasaksi@gmail.com,'Mayapur Candra das','Prahladesh Dasa Adhikari',yamuna@digizap.com.br,prahladesh_das_hdg@yahoo.com,cgbcomunica@iskconcgb.net,dswami@iskcon.com.br,eneasgu
Data:23/04/2010 11:19
Assunto:RE: Re: Haribol! protestem contra esta negligencia
Estimado Rama Kumara Prabhu:

Por favor aceite minhas humildes reverências. Todas as glórias a Srila
Prabhupada, o Fundador-Acarya da grande ISKCON!


Eu enviei este e-mail para Advaya Prabhu pois creio que ele possa ajudar.

Seu servo e amigo,

Lilananda dasa
Organizador do Brazilian Forum
SKYPE: lilanandadasa
WLM: joe.santos@pamho.net
www.youtube.com\lilanandadasa
lilananda.ACSP@pamho.net

Escrito por jagasw às 23h26
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

AQI PRABHU ADVAYA  INICIA A SUA DEFESA PRA SE JUSTIFICAR DE SUAS ATITUDES OU NÃO ATITUDES: 

vaishnavas
dandavats

Todas as glórias a Srila Prabhupada!
 
Fiquei surpreso ao receber por encaminhamento o email abaixo, em que, de maneira direta, sou acusado de negligência por Prabhu Jaganatha Swami.
 
Esta semana eu atendi um telefonema dele e outro de prabhu Jagad Guru Dasa, que residem no Embu, que informaram sobre uma invasão, e expliquei resumidamente a situação do terreno.
 
Informei que tenho uma procuração de Prabhu Rasananda para a defesa em uma ação de cobrança do IPTU. Esta procuração foi enviada ano passado.
 
Na mesma ocasião, prabhu Paramahamsa havia me entregado os documentos do terreno para uma análise e verifiquei que o que faltava era iniciar os procedimentos de regularização formal da compra nos cartórios respectivos.
 
Em uma reunião com membros do Iskcon Justiça, entres os quais estão membros do São Paulo Mandir, fiz um relatório da situação, e ficou decidido que incumbiriam um algum advogado para tratar do caso, pois eu havia dito que para mim seria difícil atuar de São Bernardo do Campo, onde resido, no Embu, sem cobrar honorários, e talvez fosse mais viável ter um advogado que residisse mais perto.
 
Portanto, como não faço parte da direção do templo de São Paulo nem me foi dada procuração para atuar na defesa do terreno, seja quanto ao IPTU, seja neste recente episódio, considero difamatório o email que está veiculando sem que uma cópia tivesse sido enviada a mim.
 
Eu atendi Prabhu Jaganatha com toda a cortesia e solicitude e surpreendeu-me sua atitude, provavelmente tomada porque me recusei a enviar cópia de qualquer documento sem autorização de quem os entregou a mim, o que está de acordo com a ética profissional a ser seguida por um advogado.
 
Ele colocou meu telefone no email e já recebi vários emails e ligações de devotos preocupados com a situação.
 
Já enviei um relatório da questão que envolve o terreno aos membros do CGB da Iskcon. O assunto deverá ser tratado juridicamente pela direção do templo de São Paulo. Fui consultado sobre um orçamento para a realização dos serviços, mas até agora não houve nenhum tipo de contratação. Portanto, não posso ser negligente em algo que não me cabe decidir.
 
Com muito esforço cursei Direito em idade já avançada e não posso admitir este tipo de difamação. Independentemente das questões judiciais que envolvem o assunto, que devem ser tratadas pela direção do São Paulo Yatra, a quem devem ser dirigidos os pedidos de informação, reservo-me o direito de preservar o meu nome como profissional de Direito, que foi maculado com a acusação difamatória.
 
Ao contrário de Prabhu Jaganatha, que fez circular email mencionando minha pessoa sem me dar a oportunidade de defesa, pois não me incluiu entre os destinatários, este email está sendo enviado com cópia para ele.
Fiquei sabendo do assunto porque recebi o email em encaminhamento por prabhu Lilananda, que o recebeu de Prabhu Rama Kumara que também encaminhara o email de Prabhu Jaganatha a vários devotos sem enviar cópia para mim, embora tenha meu endereço de email.
 
Conversei hoje com Prabhu Jaganatha ao telefone e ele me disse que não enviou o email para mim porque não tinha meu endereço. No entanto, como sou pessoa conhecida no movimento, seria de boa praxe tentar obter meu endereço com qualquer devoto, inclusive um dos muitos destinatários a quem enviou o email, para então fazer circular seu email difamatório. Mas a intenção era nitidamente outra, pois se conseguiu meu telefone poderia também conseguir o meu email se quisesse me dar o direito de resposta imediata à circulação do email em questão, bem como a suas postagens em fóruns dos quais não participo.
 
No email ele fala de divergências entre eu e o templo e a direção do templo de São Paulo que nunca existiram, tanto que trabalho diariamente no Iskcon Justiça com prabhus Dasananda e Ananda-maya e fui contatado por prabhu Tirthatma para dar um orçamento para atuação judicial e extrajudicial nos casos.
 
Informei a Prabhu Jaganatha que moverei uma ação contra ele por difamação.
 
Quanto ao conteúdo subjacente, trata-se de um problema - como tantos outros - que merece atenção. Mas a decisão sobre isto cabe a quem tem poder de decidir, inclusive quanto a contratar ou não meus serviços como profissional. Desejo boa sorte a quem quer que se designe para atuar no caso, pois desde o início eu obtive a procuração de Prabhu Rasananda, que mora nos Estados Unidos, com a intenção de substabelecê-la a quem a direção do São Paulo Yatra designar.
 
Espero que alguma boa alma que participe dos fóruns de que não participo e em que foi vinculada esta mensagem abaixo faça o favor de reproduzir meus esclarecimento, por amor à verdade ou à livre oportunidade de as pessoas terem o direito de resposta quando são atacadas.
 
 
seu servo
Advaya Dasa
AGORA VAI A MINHA RESPOSTA A PRABHU ADUAYA; ENVIADO  A TODOS OS VAISHNAVAS Q FORAM ALERTADOS NO INICIO:
Caros Prabhu Aduaya das
aceite minhas humildes reverencias,


         Lamento q tenhas se sentido tão ofendido por eu ter da forma q me foi possivel, tentado participar a comunidade hare krshna em geral uma situação q urge de solução e q pelo q sei ate o momento nenhuma resolução efetiva e pratica por nenhuma da partes em qestão foi feita.  Se uma casa esta pegando fogo, proposital ou acidentalmente, ficamos assistindo isso  acusando um ao outro buscando um culpado ou o q fazemos em primeiro lugar é apagar o fogo e salvar o q ainda nos é possivel salvar?    Já se passaram sete dias de quando entrei em contato com dasanada prabhu, paramahansa e o Senhor, e se uma atitude fosse imediatamente tomada os invasores não teriam nem mesmo a chance de terminar a cerca q foi começada no mesmo dia q denunciei a ação.  Acredito q qqer devoto q tem fé e amor a missão de Srila Prabhupada, pode compreender a minha intenção q não é de caluniar ou criticar qem qer q seja e sim concientizar e mobilizar as pessoas interressadas no progresso da conciencia de Kshna, a agir de forma rapida e efetiva para q  tanto esforço dos devotos q soaram para obter esse espaço para pratica de bakti,não seja jogado no ralo.       
           Acabei de ter uma conversa com prabhu dasananda ele me relatou q a administração de sp. tem uma lista de advogados da iskcon justiça q se dispoe a atuar no caso e eles estão decidindo qual o advogado tem o orçamento mais viavel, e q ELES TEM ATÉ UM ANO PRA ENTRAR COM AÇÃO PARA RETIRADA DOS INVASORES e é para mim não me preocupar.  Agora,essa inoperancia e desapego se deve a q ? Não há ninguem no rol desses devotos q se preze ao menos a demonstrar zelo por algo q foi conseguido com tanto esforço? ou será q há outras intenções q ainda estão encobertas? 
           Caro prabhu me perdoe meu ataqe  não é pessoal contra o senhor q pessoalmente não conheço mas q ate onde sei foi um dos grdes guerreiros e pioneiros da nossa missão, mas sim a falta de zelo e inoperancia pois se eles não tem capacidade tempo ou qqer outra justificativa o pouco q fiz de multiplicar esses fatos já causou grde indignação em várias pessoas(duas delas q atuam na area de comunicação se prontificaram a denunciar a midia) e dois advogados devotos tb iniciados na iskcon, se prontificaram a atuar na questão sem impor barreiras orçamentárias, mas será q precisamos tanto desgaste para algo q poderia ser resolvido de forma imediata já no primeiro dia em q foi detectada a ação dos invasores. Ao inves de divergencias pq não criarmos um plano de ação convergente estabelecendo o objetivo sublime para oprazer de srila Prabhupada, ao inves do senhor me processar ou nósprocessarmos os que tem poder de ação e não fazem, nos juntemos contra nosso verdadeiro e suposto inimigo q é o invasor do terreno ou ao inves chegarmos ao ponto de expor essas mazelas diante da opinião publica mostrando a falta de união dos devotos de krshna e comprometendo nosso ideal filosofico, nos unamos para a formação do projeto de um dhama, em q se adore as formas divinas do Senhor Hari de acordo com os preceitos e ensinamentos dados por nosso amado acharya Baktivedanta Swami Prabhupad. 
             Sei q a discusão desse assunto esta sendo enviada tb a varios lideres da comunidade brasileira, assim apelo q alguns destes se manifeste e interceda pela pronta resolução desta qestão tão importante, fazendo com q este assunto, q pode repercutir negativamente seja superado e possamos nos unir pela sublime meta de glorificar a krshna e seus devotos.
             Qto sua referencia aos foruns em q postei este assunto, como foi reqisitado por vos, foi postada a sua 'defesa' nos mesmos por mim mesmo, ja q o assunto é de interesse publico, é necessário q todos os fatos sejam apresentados.
             Esperando a compreensão e atenção de todos os responsaveis me depeço, colocando-me a disposição de fazer o q for necessario pra elucidar qem qer q seja do assunto, para pronta resolução.
do aspirante
     jagannatha s daS
DE ADUAYA A JAGANNATH
O que eu teria a dizer sobre este email já está dito abaixo: não posso atuar no caso sem a delegação do São Paulo Yatra, cuja administração está ciente do problema e iniciando as providências necessárias, o que não implica agir de acordo com o açodamento de ninguém.
 
Não se apaga incêndio com mais fogo. 
 
A comunicação da suposta invasão foi feita há menos de dez dias, e temos até um ano e um dia para retirar do local quem quer que seja por medida liminar.
 
Para a tranquilidade de todos, limito-me a informar que os documentos necessários para atuar juridicamente no assunto estão sendo providenciados e, tão logo estejam disponíveis, as medidas necessárias serão tomadas, independentemente de quem seja incumbido de representar a Iskcon judicialmente no caso.
 
seu servo
Advaya Dasa
 

José A. M. Cavalcante

OAB/SP 288.774

Tel/Fax. 55 11 2831-4027
Cel. 1    55 11 6444-4440 (Tim)
Cel. 2    55 11 6758-5951 (Oi)

Cel 3     55 11 8866-8254 (Claro)

Skype jamcavalcante


ESSE É RAMA KUMAR PARA ADVAYA:

Queridos devotos

Por favor aceitem minhas reverencias

Todas as glorias sejam a Srila Prabhupada.

 Lamento por repassar o e-mail que recebi do Prabhu Jagannatha  para algumas autoridades referente ao terreno do Embu -SP sem copiar os devotos citados, mas desejo que este assunto do terreno seja  tratado sem nos focarmos em encontrar um culpado e sim termos como objetivo a solução correta.

Sabemos das dificuldades de muitos  templos para pagar alugueis ou manter qualquer tipo de projeto dependendo de voluntários.

O terreno do Embu  surgiu com o comando de P. Rasananda  e dedicação de muitos devotos que acreditaram nessa conquista, esse esforço tem de ter valido a pena,não pode ser esquecido e mudar o rumo pelo qual ele foi adquirido.

O P. Jagannatha por iniciativa própria correu para proteger um bem de Prabhupada, mas na correria as vezes assusta ou magoa alguém.

Agora que já estamos  por dentro do problema vamos trata-lo para o bem da ISKCON.

Espero contribuir com a união para os interesses de Srila Prabhupada.

 

A disposição de todos vocês.

Rama Kumara das

Escrito por jagasw às 23h02
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]
 

Perfil



Meu perfil
BRASIL, Sudeste, SAO PAULO, Homem, de 36 a 45 anos, Sanskrit, Latin, Viagens, Casa e jardim

Histórico